Lua Cambará – Nas Escadarias do Palácio

Categoria: Longa-metragem
Gênero: Ficção
Ano: 2002
Duração: 94min
Bitola Final: 35mm
Cor: Colorido
Sinopse: Em meados do século XIX, o coronel Pedro Cambará, cuja finada mulher não lhe deixara filhos, estupra a negra Maria, escrava de sua propriedade. Dessa violência nasce, em noite de lua cheia, uma menina que é  chamada de LUA. Durante uma grande seca a escrava Maria, castigada pela fome e pela sede, atravessa o sertão devastado com a filha em busca da casa do coronel. O coronel Pedro Cambará reconhece e aceita ficar com a filha bastarda, mas não a manda batizar e amaldiçoa o destino por não ter lhe dados filhos homens, mas apenas uma filha mestiça. Lua Cambará cresce e torna-se uma mulher de grande beleza, valente astuciosa e voluntariosa. O pai adoece e, ao morrer, transmite-lhe como herança as terras, os animais, os escravos, as armas e o ódio. A partir da morte do pai - ponto chave dos acontecimentos - ela desencadeia e precipita o seu destino aventuroso, sangrento e diabólico. Por uma única vez na vida, ela se apaixona pelo vaqueiro João Índio, mas ele não se curva aos seus caprichos e termina tendo um caso amoroso com a professora francesa. Essa traição tem conseqüências imprevisíveis para todos. Lua Cambará conquista o mundo dos homens e torna-se a rainha soberana da vida e da morte, da fortuna e da desgraça. Mas, em troca do poder e da riqueza, termina por perder a sua própria alma.
Roteiro: Rosemberg Cariry
Diretor: Rosemberg Cariry
Assistente de Direção: Douglas Machado
Diretor de Produção: Carmem Flora Schinini
Empresa Produtora: Cariri Filmes
Diretor de Fotografia: Antônio Luiz Mendes
Operador de Câmera: Antônio Luiz Mendes
Som Direto: Márcio Câmara
Trilha Sonora: Guilherme Vaz
Montador: Rosemberg Cariry, Severino Dada
Elenco/Entrevistados: Dira Paes, Chico Diaz, Sylvie Debs, Majô de Castro, Rejane Zilles, Antônio Urano, Douglas Machado, Márcio Jacques, Maíra Cariry, Pedro Gonçalves, Roberto Silva, Soraia Matre, B. de Paiva, Joca Andrade, Cláudio Jaborandy, Augusto César Mota, Bárbara Cariry, José Tarcísio, Ceronha Pontes, W.J.Solha, Toni Silva, Muriel Racine, Via Negromonte, Nelson Xavier, Sofia Xavier.
Classificação: Sem classificação
Participações em Festivais: 35º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – Brasil – Novembro de 2002. 8º Festival Internacional de Calcutá – Índia – Novembro de 2002. Mostra “New Cinema Novo: Recent Brazilian Cinema” – New York – USA – Dezembro de 2002. Miragens do Sertão - Encontro com o cinema brasileiro - Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de Janeiro – 2003. Festival de Pernambuco.  Recife. 2003.  II Panorama Brasil Olhar Brasil - Coisa de Cinema - Salvador - 1º a 10 de agosto de 2003. 1º.  Festival de Belém do Cinema Brasileiro – 07 a 13 de junho de 2004. Hors-concours. 13º. Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema – junho de 2002 - Exibição Especial. 15º.Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema – 03 a 09 de junho de 2005 - Mostra retrospectiva Rosemberg Cariry. CINUSP “Paulo Emílio” – 21 de novembro a 1º. Dezembro de 2006. Retrospectiva Rosemberg Cariry.  10º. Mostra de cinema de Tiradentes – MG 19 a 27 de janeiro de 2007.
Premiações: - Festival de Pernambuco - 2003 - Prêmio de Melhor Trilha Sonora.
País: Brasil
Local de Produção: Ceará
Filme Completo:
Divulgação:

Comentários estão fechados