Secult anuncia projetos selecionados em edital Cinema e Vídeo

Dividido nas categorias produção, desenvolvimento do cineclubismo e formação em audiovisual, o edital Ceará de Cinema e Vídeo 2014 tem resultado divulgado com 64 projetos selecionados. Lançado pela Secretaria de Cultura (Secult) após hiato de três anos, o edital reúne R$ 7,66 milhões para investimento no audiovisual cearense. Desse valor, R$ 3,21 milhões provêm da Agência Nacional de Cinema (Ancine).

Foram 320 projetos escritos em todo o Estado. Dos 64 selecionados, 36 são de proponentes de Fortaleza e o restante de realizadores e produtores do Interior. Essa nova edição do edital contempla curta-metragem, longa-metragem, projetos para TV e novas mídias.

“Houve diálogos em todas as etapas, desde a concepção dos critérios e categorias até a definição dos princípios que nortearam a escolha dos pareceristas, nomes reconhecidos na cena nacional”, afirma Paulo Victor Feitosa, secretário adjunto da Secult.

Integrante da Alumbramento Produções Cinematográficas, o cineasta Ivo Lopes pontua que a aproximação do poder público com os realizadores foi fundamental para as melhorias. “Há anos, temos participado da construção desse edital, que traz muitas das nossas reivindicações, mas que também ainda tem muito o que melhorar”.

Entre as possíveis melhorias, Ivo Lopes destaca o financiamento para desenvolvimento de novos projetos. “Hoje o desenvolvimento é feito sem nenhum apoio do Estado. Queremos pensar projetos para concorrerem em nível nacional e internacional”, destaca.

Contemplado em duas modalidades, Marcelo Ikeda destaca a parceria com a Ancine e a montagem da comissão de seleção, que, segundo ele, é formada por “profissionais reconhecidos de todo o País”. Além de produção de curta-metragem, Ikeda vai realizar curso sobre economia e mercado do cinema e do audiovisual. “A ideia é qualificar melhor os produtores cearenses, discutir captação de recursos, Lei do Audiovisual. É também trazer produtores e distribuidores de fora”, destaca. O curso, que deve começar no primeiro semestre de 2015, terá duração de seis meses.

A lista de projetos selecionados pelo Edital Ceará de Cinema e Vídeo 2014, juntamente com currículos resumidos dos pareceristas e dos proponentes, além de detalhes sobre cada projeto, está disponível em migre.me/mx2Y1. (Paulo Renato Abreu)

Fonte: O Povo.

Comentários estão fechados